9.11.14

Livros lidos... doar, trocar ou esconder?

Mais uma edição, onde os livros devem criar vida própria e se locomover entre pessoas que possam desfrutá-los.
Não estou doando, mas sim recebendo uma sacola cheia deles. Minha colega escolheu os mais smilinguidos para me presentear. 
Ao ler, levarei um a um à lojinha de usados no anexo da igreja do bairro, onde minha mãe é voluntária. De lá, eles alçam voo rapidinho, num preço simbólico de cinquenta centavos (em ajuda à Pastoral da Saúde). 
Minha prima da zona rural também leva alguns, ela adora ler e não tem acesso. E você, como faz para dar vida aos livros abandonados na estante?